Ferramentas de Gestão Empresarial: Descubra quais são as principais!

Ferramentas de Gestão Empresarial: Descubra quais são as principais!

setembro 14, 2021 16:02

As ferramentas de gestão empresarial são de muita utilidade para quem iniciou e deseja manter o funcionamento do próprio negócio. Independentemente do porte da instituição, conhecer as principais ferramentas pode auxiliar os processos internos da empresa.

O Brasil já foi considerado, em uma pesquisa feita pela Global Entrepreneurship Monitor, o país no mundo que mais cresce no empreendedorismo.

Por outro lado, a metade desses empreendedores são iniciantes e carecem de ferramentas como as que apresentaremos. 

Para garantir o bom funcionamento do seu negócio e criar um planejamento adequado em sua empresa, conheça os métodos a seguir! Para se destacar no mercado é fundamental desenvolver um planejamento sólido.

A sua empresa precisa de uma pesquisa de mercado. Saiba mais!

O que são ferramentas de gestão empresarial?

Empreender requer uma grande capacidade de tomada de decisões. Quem toma a frente de uma empresa fica responsável por administrar pessoas, recursos e tempo, o que dificulta a manutenção desta organização.

Para garantir autonomia e controle sobre os processos internos da empresa, surgem as ferramentas de gestão. Elas possuem o papel de auxiliar o gestor em suas decisões, facilitando e otimizando os objetivos em questão.

A importância das ferramentas de gestão

ferramentas de gestão empresarial importancia

Já imaginou possuir um alto potencial de crescimento e simplesmente não conseguir aproveitá-lo, perdendo espaço para a concorrência? Ou pior, já imaginou estar com grandes problemas internos e não percebê-los a tempo?

As ferramentas de gestão administrativa auxiliam a empresa na visualização de suas próprias fraquezas e potenciais de crescimento. Assim, elas facilitarão o direcionamento dos seus recursos, diminuindo gastos e aumentando a produtividade dos profissionais. 

Além disso, elas proporcionam uma maior visualização externa de concorrentes e oportunidades de negócios. Tudo isso, partindo de análises qualitativas e quantitativas que você mesmo poderá desenvolver.

As 5 principais ferramentas de gestão empresarial

Agora que já explicamos a funcionalidade das ferramentas que apresentaremos, conheça cada uma delas mais a fundo. 

Atualmente existem dezenas de ferramentas de gestão mais utilizadas, mas separamos as principais para te auxiliar na organização inicial de sua empresa. Confira!

1. Análise SWOT

Para entender o atual cenário de sua empresa e aproveitar o máximo possível seus potenciais, a análise de SWOT é uma grande aliada. Ela conta com 4 pilares de avaliação, e é um método que funciona desde a década de 1960 para as empresas.

É possível adaptar esta análise conforme a necessidade de sua empresa, mas ela fundamentalmente já representa retorno para sua gestão. O significado de SWOT envolve 4 palavras:

  • Strengthts: “Forças”, são os pontos altos de sua empresa que podem ser desenvolvidos e aproveitados.

  • Weaknesses: em português, “Fraquezas”, pontos internos e falhos, que precisam ser melhorados e corrigidos.

  • Opportunities: são as “Oportunidades” que sua empresa possui. É importante documentá-las e posteriormente explorá-las, para o crescimento da empresa.

  • Threats: “Ameaças”. Podem envolver crises no mercado, concorrentes, mudanças políticas e diversos outros fatores externos que afetam sua empresa negativamente.

A análise de SWOT ou FOFA é uma ferramenta que permite uma visualização mais ampla dos cenários internos e externos de uma organização. Sendo assim, começar por ela pode significar um entendimento maior do momento pelo qual sua empresa passa.

2. Matriz BCG

Matriz BGC recebe este nome em razão da consultoria que a desenvolveu, Boston Consulting Group. Trata-se de uma ferramenta que abrange os tipos de resultado que os produtos de uma empresa oferece, sendo:

  1. Estrela: são produtos que ficam em alta no mercado, com um grande potencial de crescimento e conquistam o público. Demandam certo esforço da organização para se consolidar, mas promovem bons resultados.

  2. Vacas leiteiras: podemos dizer que são “estrelas já consolidadas”. Esses produtos não demandam muito esforço, e não possuem potencial de crescimento, mas garantem retorno duradouro para a empresa.

  3. Abacaxis: geralmente precisam ser descontinuados. Os abacaxis são aqueles que não promovem retorno financeiro suficiente em vista aos gastos que demandam. 

  4. Ponto de interrogação: são aqueles com um futuro ainda incerto. Podem se tornar estrelas ou vacas leiteiras no futuro, mas não representam garantia de retorno para a instituição.

É importante classificar os produtos comercializados na empresa para priorizar os mais importantes. A matriz BGC promove ao gestor uma visão de prioridades nos produtos, para que ele avalie se algum deles precisa ser descontinuado ou melhor explorado.

3. Matriz GUT

A matriz GUT é uma ferramenta de gestão que auxilia na priorização de tarefas na instituição. A sigla GUT representa:

  • Gravidade: nível de impacto que a ação pode gerar na empresa a médio e longo prazo;

  • Urgência: prazo para a conclusão da tarefa, se extenso ou curto, bem como a necessidade de conclusão desta atividade;

  • Tendência: o problema é avaliado conforme sua capacidade de aumentar com o tempo. O gestor pode avaliar se, caso resolva o problema mais tarde, ele terá aumentado significativamente?

A matriz GUT é uma ferramenta que ajuda o gestor a classificar tarefas e resolvê-las conforme a necessidade que demandam. Pode ser muito útil para evitar gargalos muito complexos na instituição, que afetem seu funcionamento.

4 - 5W2H

Trata-se de uma ferramenta associada à produtividade. Ela pode ser explorada antes de iniciar algum projeto, e recolhe as principais informações para o início de um projeto ou tarefa. A sigla representa:

  • What? — O quê?

  • Why? — Por quê?

  • Who? — Quem?

  • Where? — Onde?

  • When? — Quando?

  • How? — Como?

  • How Much? — Quanto?

Na etapa de planejamento de tarefas ou projetos, ter estes aspectos bem definidos pode facilitar o desenvolvimento dos processos. A ferramenta também promove maior controle de tempo e pessoas nas atividades.

5 - Planejamento estratégico

Para não se perder nas atividades internas da empresa, é fundamental desenvolver, com as ferramentas, um planejamento estratégico. Um empreendedor precisa construir objetivos e alvos a serem alcançados.

Com a visão de concorrentes e a melhor gestão interna, será mais simples desenvolver estratégias para atingir metas internas. 

Para isso, um grande aliado pode ser uma ferramenta de planejamento para a gestão. Com o auxílio da tecnologia, planejar a gestão dos projetos internos da empresa é muito mais simples!

Conheça a melhor ferramenta de planejamento empresarial!

Como saber qual a melhor ferramenta para o meu negócio?

ferramentas de gestão empresarial como escolher a melhor

Quanto maior a sua organização, mais detalhado deverá ser o resultado das ferramentas utilizadas.

Por isso, é importante testar, gradualmente, diferentes ferramentas de gestão empresarial, garantindo o contato com as informações de sua empresa.

Coletando resultado após o uso das ferramentas

Lembre-se de sempre registrar os dados gerados pelas ferramentas. Eles serão fundamentais para a tomada de decisão no gerenciamento, e contribuirão futuramente, para comparar resultados. 

Além disso, é interessante divulgar os resultados entre os colaboradores da instituição.

Desta maneira, todos podem entender os pontos fracos da organização, contribuindo em conjunto para sua melhora, e para o aproveitamento dos pontos fortes.

Conclusão

ferramentas de gestão empresarial

Manter controle sobre pontos desenvolvidos e pontos fracos de uma instituição demanda muito trabalho e tempo.

Ainda assim, é possível construir uma visão detalhada destes aspectos com o uso das ferramentas listadas.

Prever problemas e ampliar as qualidades de uma empresa são pontos-chave para o sucesso de um empreendedor. Por isso, é importante estar sempre atualizando as informações sobre pontos internos e externos da empresa, para situá-la no mercado.

A tarefa de crescimento é desafiadora para o gestor. Ainda assim, com a aplicação das ferramentas de gestão operacional corretas e um planejamento estratégico adequado é possível aumentar a chance de sucesso!